Categoria: Viagem

O que achei do trem de passageiros da Vale

Luciana Mellado   16 de janeiro de 2017  

Fala galera,tudo bem com vocês? 

Há muito tempo não damos as caras aqui no blog por motivos de falta de tempo e de ideias mas agora vamos nos esforçar para trazer muito conteúdo para vocês,combinado?

O post de hoje é um pouco diferente,pois vim falar um pouco sobre uma experiência que tive recentemente: viajar no trem de passageiros da Vale, de Belo Horizonte (MG) até Vitória(ES).

http://www.vale.com/brasil/PT/aboutvale/news/PublishingImages/trem-interna.jpg

http://www.vale.com/brasil/PT/aboutvale/news/PublishingImages/trem-interna.jpg

Meu pai sempre teve vontade de andar de trem e então depois de muito pesquisar resolveu fazer esse passeio,pois queria saber como era. 

Vamos começar do início. Chegamos à estação ferroviária de BH as 7h e entramos na fila para poder ir para a plataforma. Já achei bagunçado quando descobri que quem ia no vagão executivo tinha que andar um bom espaço puxando/carregando as bagagens até chegar no vagão. Acho que deveriam fazer portões exclusivamente para os vagões executivos que saíssem perto deles porque andar aquilo tudo foi a treva. 

https://tremdovale.files.wordpress.com/2015/08/interna_classe_executiva_astra_vale_1.jpg

https://tremdovale.files.wordpress.com/2015/08/interna_classe_executiva_astra_vale_1.jpg

Ok… chegamos no nosso vagão. Ar condicionado ótimo,TV,poltronas muito confortáveis e espaçosas mas onde eu coloco a minha mala? Pelo menos no meu vagão não tinha absolutamente ninguém supervisionando e auxiliando com as bagagens (cada um pode levar 35kg mas se você tivesse com mais provavelmente nem faria diferença, afinal ninguém nem pesou ou olhou para as minhas bagagens) e o espaço que tínhamos para colocá-las era pouco maior que aqueles de ônibus, que ficam em cima do banco ou então você tinha a opção de colocar no final do seu vagão num espaço com outras malas. A minha mala era uma de rodinhas tamanho médio,não estava nem com 15 kg mas estava muito difícil de colocar no espaço por cima do banco mas deixá-la lá no final do vagão,longe de mim,sem nenhuma identificação  (não eles não colocam nada na sua mala indicando que é sua!!) não era uma opção. Depois de algumas tentativas meu pai conseguiu colocar a mala no tal espaço que eu falei e ela ficou metade pra fora mas o que eu podia fazer né?

Espaço para a bagagem, na foto uma mala pequena. A minha mala era ainda maior que essa.

Espaço para a bagagem, na foto uma mala pequena. A minha mala era ainda maior que essa.

Quando você começa a pesquisar sobre esse trem,logo imagina que é um passeio mega turístico,com altas paisagens e atrativos como internet,TV,restaurante e lanchonete e imagina também que as 13 horas de viagem (SIM, TREZE HORAS) passarão rapidinho. Bem, acontece que o Wi-Fi nunca funcionava e o 3G raramente pegava. Além disso não tem praticamente nenhuma paisagem para você apreciar,a TV passava muitos filmes legais mas comecei a ficar revoltada quando estava assistindo zootopia há 50 minutos e ele começou outra vez,do início (isso aconteceu 2 vezes).

https://2.bp.blogspot.com/-Z1vwqG2Gd2I/WFW0Y1TJzgI/AAAAAAAALQg/EBmh6SG3eTw4yVtsnbo6M3mE3qna0_-DgCLcB/s1600/12.jpg

https://2.bp.blogspot.com/-Z1vwqG2Gd2I/WFW0Y1TJzgI/AAAAAAAALQg/EBmh6SG3eTw4yVtsnbo6M3mE3qna0_-DgCLcB/s1600/12.jpg

O trem conta com uma lanchonete e um restaurante além do serviço de bordo que passa várias vezes durante a viagem vendendo suco,água,refrigerante,salgados e biscoitos. Você pode ir até o restaurante para almoçar ou então encomendar para comer no seu vagão, sentadinho na sua poltorona mesmo. Você faz o pedido por volta das 9 horas e eles começam a entregar as refeições às 11:30 .Tudo lá dentro é pago mas os preços não são abusivos. Escolhi a opção de strogonoff de frango que custou 19 reais e acompanhava arroz,batata palha e uma saladinha de legumes. Não estava nem bom nem ruim,parecia comida congelada sabe?

 

Agora vamos falar um pouco sobre os banheiros. Cada vagão conta com 2 banheiros,um feminino e outro masculino que são iguais aos banheiros de avião e ônibus. Acontece que cheguei lá às 7:30 da manhã e o banheiro já estava sem papel,sem sabonete e com um cheiro insuportável de xixi ! Acho que pelo menos no início da viagem eles poderiam estar devidamente limpos né? Esse foi sem dúvidas um dos maiores problemas e o que mais odiei porque depender de um banheiro muito sujo e fedorento o dia inteiro não é lá muito legal.

Outra coisa que você deve saber antes de pensar em fazer esse passeio é que o trem para muito para deixar alguns passageiros nas estações que ficam pelo caminho. As paradas são rápidas,a mais demorada dura 8 minutos mas você não pode descer do trem em nenhuma delas. Acho que deve parar umas 30 vezes ou mais. 

Chegamos em Cariacica, cidade do ladinho de Vitória onde fica a estação ferroviária às 21:30, ou seja, com 1 hora de atraso. Foi uma viagem longa e cansativa mas não foi ruim de tudo, no final das contas até me diverti mas com certeza nunca farei outra vez. 

Enfim,acho que serviu de experiência e agora tenho muita história para contar mas não acho válido embarcar no trem como um passeio turístico,pois ele de turístico não tem nada, é só mais um meio de transporte mesmo. Talvez compense usar o trem no lugar do ônibus por exemplo,pois é beeeem mais confortável e tem mais atrativos né? 

E aí,alguém já fez esse passeio? Se sim me deixem aqui nos comentários o que vocês acharam!! 

Espero que tenham gostado desse tipo de post que além de passar informações para vocês eu também contei um pouco de uma situação que passei. 

Um beijo, Luciana <3

O que fazer em São João Del-Rei

Luciana Mellado   22 de agosto de 2016  

Fala galera, tudo bem com vocês?

Na última sexta-feira, fui viajar para a cidade de São João del-Rei (MG) com os meus pais e meu irmão. Já adianto que amei a vigem e a cidade e é por isso que darei muitas dicas para vocês que estão pensando em ir para lá.

Diferente de Tiradentes, São João del-Rei é uma cidade bem maior que de um lado tem uma parte mais nova e moderna e do outro o antigo centro histórico com igrejas barrocas, casarões, ruas de pedra e muito mais.

Processed with VSCO with hb1 preset

Solar dos Neves

Se você quiser saber quais são as minhas dicas e recomendações para este passeio é só continuar acompanhando o post. Vamos lá?

1- Hospedagem

IMG_4607

Nos hospedamos na pousada Villa Magnólia que fica no centro histórico, bem em frente a igreja de São Francisco de Assis, uma das mais famosas da cidade. A pousada é 5 estrelas, tem tudo de primeira, super limpa, aconchegante, quartos ótimos com banheiros excelentes. Só tenho elogios hahaha. O café da manhã é a melhor parte: frios, bolos, pães, frutas, sucos, salgados de forno, empadinha, pão de queijo e muito mais… Não sei ao certo o valor mas pelo que oferece não foi nem um pouco caro. Me arrisco a dizer que é o melhor lugar que já me hospedei, pois amei mesmo.

2- Passeios

  •  Visitar as igrejas

igrejas

Confesso que não consegui entrar em praticamente nenhuma igreja, pois a maioria estava fechada (não sei o motivo). Mesmo assim vale a pena visitar, nem que seja só por fora, pois além de serem super bonitas e representarem muito para a nossa história, elas também rendem excelentes fotografias.

Uma dica que dou para vocês é que se informem melhor sobre os horários de funcionamento de cada igreja, assim poderão entrar em todas.

A maioria delas você paga uma taxa de entrada que se eu não me engano varia entre R$ 2 e R$ 5.

  •  Memorial Tancredo Neves

memrial

O memorial Tancredo Neves disponibiliza para os visitantes a história e vida do ex-presidente Tancredo Neves além de vários pertences do mesmo. Um passeio rápido porém com muitas informações sobre uma parte da história do nosso país.

Para entrar você paga apenas 2 reais.

  •  Conhecer cidades próximas

– Tiradentes (14Km)

Tiradentes é considerada uma das cidades históricas mais bem preservadas do mundo e por esse e mais vários outros motivos,atrai muito visitantes durante todo o ano. Assim como em São João del-Rei , você também poderá visitar várias igrejas barrocas, museus, curtir os bares e restaurantes. Uma boa opção para quem está em São João del-Rei é ir para Tiradentes de Maria Fumaça (já fiz esse passeio quando tinha uns 7 anos), todos dizem que é uma ótima opção.

PS: Tudo em Tiradentes é absurdamente mais caro, por isso a dica é : vá apenas para conhecer e passear, deixe para comprar artesanato, cachaça e qualquer outra coisa nas outras cidades que contarei logo para vocês e se hospedem em São João del-Rei, que também é uma cidade nesse estilo porém bem mais em conta.

-Prados e Bichinho (26 Km)

Não andei quase nada pela cidade mas percebi que lá tem muitas lojinhas de móveis e artesanato com um bom preço. Além disso, uma boa dica é visitar o distrito de Prados chamado Vitoriano Veloso (mais conhecido como “Bichinho”). Lá você encontra lojinhas de artesanato e muitos ateliês e oficinas de arte.

-Resende Costa (37 Km)

Dessa vez não fui até Resende Costa mas tenho que indicar mesmo assim para vocês. Muitas pessoas visitam a cidade, famosa pela grande quantidade de lojas de artesanatos com o melhor preço,com o intuito de comprar para revender. A dica é : deixe para comprar seus artesanatos lá, pois a diferença de preço é gritante.

  • Onde comer

– Restaurante Villeiros

O  Villeiros é um restaurante à quilo com comida mais refinada que fica no centro histórico de São João del-Rei, na mesma rua que a pousada que fiquei e que a Igreja de São Francisco de Assis. Achamos um preço bom pela qualidade das comidas e do local, apenas R$43,90 o quilo de segunda a sexta e R$52,90 sábado e domingo (não lembro o valor durante feriados).

-Taberna d’Omar

taberna domar

Melhor lugar de São João del-Rei, sem mais. A Tabernad’Omar é uma cafeteria com muitos pães artesanais, cookies (o de chocolate é o melhor que já comi em toda a minha vida), bolos, chás, cervejas, hambúrguer artesanal, pizza, sanduíche e muito mais… Além do ambiente super aconchegante, da qualidade das comidas e do bom atendimento, outra coisa que nos chamou muita atenção foi o preço amigo.

-Restaurante Tempero da Ângela (Bichinho)

Se você já estiver por Bichinho, a dica é almoçar no restaurante Tempero da Ângela, self-service sem balança de comida mineira e sobremesa, por R$25. A comida é boa mas quando eu fui estava tão cheio que tivemos que ficar na fila de espera por mais ou menos 35 minutos. A comida é simples, bem mineira mesmo, mas muito gostosa.

Então essas são as minhas dicas. Gostaram? Espero que sim!

Se quiser ver um pouco mais da viagem não deixe de assistir também o vlog:

Com carinho, Lu<3

 

 

O que fazer em Teresópolis em um final de semana

Luciana Mellado   9 de agosto de 2016  

Fala galera, tudo bem com vocês?

Recentemente fui passar um final de semana em Teresópolis (RJ) e como sempre que faço uma viagem dou várias dicas super legais para vocês, dessa vez é claro que farei o mesmo.

Se estiver curioso para saber onde comer, o que fazer e onde se hospedar vem conferir esse post.

13941107_1246871122009827_499317571_n

Assim como a minha cidade (Petrópolis), Teresópolis também faz parte da região serrana do estado de Rio de Janeiro e atrai muitos turistas, principalmente no inverno devido ao friozinho que não encontramos igual em nenhum outro lugar do nosso estado.

Então vamos as dicas?

1- Feirinha de Teresópolis

Por ser de Petrópolis, onde temos a Rua Teresa, achei os preços das barraquinhas que vendem roupas bem salgados, e por isso não acho vantagem comprar esse tipo de coisa lá. O que recomendo são as barraquinhas de biscoitos, bolos e doces (todas tem o preço parecido então não citarei uma específica), a barraquinha Mania de Cheiro (vende sabonetes artesanais maravilhosos, aromatizador de ambiente, cheirinho para carro, sais de banho e muito mais) e também algumas barraquinhas que vendem roupas e acessórios de lã. Além disso, lá na feirinha você encontra muito artesanato e até mesmo móveis.

2- Vila Saint Gallen – A casa da Cerveja Therezópolis

IMG_8474

IMG_8469

A Vila Saint Gallen é realmente uma vilazinha toda em estilo alemão, onde encontramos um bistrô (só fazendo reserva que pode entrar), um restaurante de comida alemã, capela de St. Gallen, lojinhas de cervejas,taças,copos, chocolates, sorvetes e muito mais. Se eu não me engano, ali é a fábrica original da cerveja Therezópolis, onde você também pode agendar para fazer um tour guiado. O chopp de 400 ml  custa R$12,90 e também vale à pena experimentar o croquete de carne (não lembro quanto pagamos).

3- Granja Comary (CBF)

IMG_8597

IMG_8608

A Granja Comary é um bairro nobre da cidade onde encontra-se a CBF. Na realidade, não tem muito o que fazer lá, pois não podemos entrar (ou pleo menos no dia que eu fui não podia) na CBF para visitar então o que restou foi tirar muitas fotos no lago Comary que é lindo por sinal. Mesmo assim, acho que vale à pena a visita, pois como já disse o lago rende muitas fotos bonitas.

4- Viva Itália

IMG_8618

O Viva Itália é como se fosse uma vila italiana super charmosa onde encontramos os seguintes estabelecimentos:

  • Cantina È Vero

IMG_8547

 

Típica cantina italiana com um ambiente único, onde até os funcionários usam roupas típicas. O restaurante é um charme, muito aconchegante e lindo. A comida eu não tenho nem o que dizer de  tão boa que é. Pedimos medalhão de frango com molho de damasco e de acompanhamento fettuccine com molho branco (super recomendo). Fomos super bem atendidos e tinha até um moço tocando violino. Vocês têm que conhecer!!

Os valores são bem OK pela qualidade da comida, atendimento e ambiente. Vale muito à pena.

  • Doce Infância

IMG_8616

Na Doce Infância você econtra muitos sabores de gelatos artesanais, trufas e chocolates, chocolate quente, doces, cafés especiais e muito mais. Tomei um gelato de maracujá que estava uma delícia.

  • Mercatto Pastifício

IMG_8530

O Mercatto Pastifício é uma lojinha onde você pode comprar os mais diversos produtos da culinária italiana como pães, vinhos, antepastos e muito mais. É uma gracinha também.

MUITO AMOR POR ESSA VILA ITALIANA <3

5- Pousada Jardim Comary

13940885_1246871118676494_83025073_n

Nos hospedamos na pousada Jardim Comary, uma pousada super aconchegante e lindinha. O café da manhã é bem farto e saboroso. Super recomendo esta pousada caso esteja procurando algum lugar para se hospedar na cidade.

PS: Também gravei um VLOG lá para o canal, então se quiserem conferir mais um pouquinho segue o link 😀

Então é isso pessoal!! Espero muito que tenham gostado das minhas dicas !!

Beijos, Lu <3

Dicas sobre Petrópolis, a minha cidade

Luciana Mellado   22 de fevereiro de 2016  

Fala galera, tudo bem com vocês?

Como muitos já devem saber, moro no interior do Rio de Janeiro, na cidade de Petrópolis. Minha cidade é muito conhecida como “Cidade Imperial”, onde Dom Pedro II construiu seu palácio, que hoje é chamado Museu Imperial. Vale a pena visitá-lo também!

Museu Imperial

Museu Imperial, foto do google.

Hoje resolvi contar para vocês o que mais gosto em minha cidade, pois como já sabem, compartilhar minhas experiências e dicas com vocês é o que mais amo.

  • Onde ir?

 

♡ Palácio Quitandinha

IMG_7795

 

É meu ponto turístico favorito da cidade, amo sua arquitetura super exuberante e detalhada. Foi construído em 1941 para ser o maior cassino hotel da América do Sul. Hoje em dia pertence ao SESC Rio e é aberto a visitação. No Palácio Quitandinha também tem uma área de lazer onde você pode jogar boliche (de quarta até domingo) por um preço ótimo, principalmente se for sócio do SESC. Durante o inverno é palco de inúmeros shows do festival de inverno que acontece na cidade. Se for visitar o Palácio Quitandinha também visite o lago que fica logo em frente, é super gostoso sentar no gramado e fazer um pic nic .

Telefone: (24)2245-2020

♡ Cervejaria Bohemia

A Cervejaria Bohemia foi fundada em 1853, produzindo a primeira cerveja pilsen brasileira. Hoje em dia, depois de várias reformas, é aberta ao público. Para visitar e fazer o tour pela Bohemia é preciso agendar, mas vale muito à pena. No tour você conhecerá de maneira bem interativa um pouco mais sobre a história, ingredientes e curiosidades do mundo da cerveja.

Vale lembrar que de terça-feira a sexta-feira (exceto feriado) os moradores de Petrópolis pagam meia entrada.

Telefone: (24) 2020-9050

♡ Catedral de São Pedro de AlcântaraIMG_7635

Um dos pontos turísticos mais conhecidos da cidade, a Catedral é famosa principalmente por conter em seu interior o mausoléu com os restos mortais da Família Imperial. Sua construção é em estilo neogótico francês, é simplesmente linda. Aberta a visitação diariamente.

Telefone: (24) 2242-4300

 

♡ Rua Teresa 

É a rua mais conhecida da cidade e atrai muitos turistas e vendedores que compram para revender já que tem lojas de roupas com preços incríveis. Impossível visitar Petrópolis e não ir à Rua Teresa, principalmente se você é mulher. Minha loja favorita é a EmpóRIO pois tem preços super camaradas e peças lindas, não deixe de ir.

  • Onde comer?

Minha cidade é muito conhecida pela gastronomia e seus elegantes restaurantes mas resolvi dar dica de onde eu, uma petropolitana, mais gosto de comer.

♡ Lago Sul Churrascaria

981870_468435723233700_474808084_o

Foto do facebook da churrascaria.

Na minha opinião é a melhor churrascaria que eu já fui, ganha até de umas famosas (que nem vou comentar o nome rs). Além do excelente rodízio completo, tem uma vista maravilhosa. Fica de frente para o lago e para o Palácio Quitandinha que eu já comentei com vocês.

Telefone: (24) 2237-1947

Endereço:R. República da Argentina, 259 – Quitandinha

♡ Tia Mena

É um pequeno restaurante no centro da cidade onde servem pratos executivos, salgados diversos, tortas, doces, sobremesas, caldos etc. É sem dúvidas o meu lugar favorito para almoçar, sempre que como na rua quero ir lá.

Telefone: (24) 2231-4794

Endereço: R. Dr. Alençar Lima, 8 – Centro

♡ Leiteria e Sorveteria Brasil

12244262_889440184486373_981674729377992212_o

Foto do facebook da sorveteria.

Confesso que eu não sou nem um pouco fã de sorvete, mas os sorvetes artesanais da Leiteria Brasil… Eu AMO! O meu preferido é o de queijo, vocês precisam provar. Não deixem de passar lá !!

Telefone: (24) 2245-3009

Endereço:  Rua Sete de Abril, 402

♡ Manarolla Pizzaria 

É o melhor rodízio de pizza da cidade, na minha opinião. Preço ótimo e pizzas deliciosas! AMO! O forte é o rodízio, mas você também pode pedir à la carte se preferir. O ambiente é bem agradável.

Telefone: (24) 2245-3009

Endereço:R. Olavo Bilac, 157 – Castelânea.

Então é isso pessoal. Espero que tenham gostado das minhas dicas e da minha cidade.

Beijos, Lu <3